Como o horário de verão foi criado?

Publicado: janeiro 28, 2011 em Curiosidades, História, Meio Ambiente, Mundo
Tags:,

Um dos líderes da Revolução Americana, Benjamim Franklin já havia sugerido a instituição do horário de verão em 1784, em seu ensaio “Um projeto econômico para diminuir o custo da Luz”. O texto foi publicado no Journal de Paris.

Muitos outros países decidiram ajustar seus relógios para o verão, mas os Estados Unidos só começaram a fazê-lo no final da I Guerra Mundial, na tentativa de economizar energia. A Câmara dos Representantes aprovou a lei “para salvar o dia” e o primeiro dia com a hora de economia de luz oficial foi 15 de março de 1918. A lei foi inicialmente recebida com muita resistência, de acordo com Michael Downing, autor do livro “Spring Forward: A loucura anual do horário de verão”

No Brasil, o horário de verão foi adotado no dia 1o de outubro de 1931, no governo de Getúlio Vargas, em todo território nacional. Desde 1985, os relógios são adotados anualmente. Porém, os estados mais próximos da Linha do Equador decidiram a economia de energia elétrica não era significativa e aboliram o horário de verão. Atualmente, ele é adotado apenas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Desde 2008, o início se dá no terceiro domingo de outubro e o final, no terceiro domingo de fevereiro, exceto quando coincide com o domingo de carnaval. Nesse caso, o horário é prorrogado por mais uma semana.

Nos países do Hemisfério Norte, devido às latitudes mais próximas da Zona Ártica e ao eixo de inclinação da Terra, o horário de verão dura muito mais do que no Brasil – uma média de mais de seis meses lá, contra menos de quatro meses por aqui. Nos Estados Unidos, por exemplo, ele entra em vigor no segundo domingo de março e acaba no primeiro domingo de novembro.

Na América do Sul, apenas o Paraguai e o Chile adotam o horário de verão, além dos estados brasileiros. Ainda no Hemisfério Sul, apenas a Nova Zelândia e a Namíbia mexem nos relógios do país inteiro. A Austrália adota o mesmo sistema brasileiro: só às regiões mais ao sul compensa adiantar uma hora para economizar energia.

Na metade superior do globo terrestre, muita nações jamais adotaram o horário de verão, como é o caso da Coreia do Norte e do Nepal. Outros como o Japão, a China e a Índia já chegaram a usá-lo, mas não o fazem mais.

A Europa inteira adota o horário, com exceção da Islândia. Como a ilha está praticamente no Círculo Polar Ártico, adiantar uma hora no tempo para economizar energia não faz o menor sentido. No fim de junho, na capital Reykjavik, o sol se põe inacreditavelmente às 0h04, para nascer logo depois, às 2h55. Pois é, existem lugares que estão acima do horário de verão. Literalmente. [Life's Little Mysteries]

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s